Logo | MedGuideXP

Parada Cardiorrespiratória (PCR) | PARTE II 

Maior emergência existente na medicina!

CORRENTE DE SOBREVIVÊNCIA DA AHA

  • PCR INTRA HOSPITALAR 
  1. Reconhecimento precoce e prevenção;
  2. Ativação do sistema de resposta a emergência;
  3. RCP de alta qualidade;
  4. Desfibrilação;
  5. Cuidados pós-PCR;
  6. Recuperação. 
  • PCR EXTRA HOSPITALAR 
  1. Ativação do sistema de resposta a emergência;
  2. RCP de alta qualidade;
  3. Desfibrilação;
  4. Ressuscitação avançada;
  5. Cuidados pós-PCR;
  6. Recuperação.
  • Avaliar e garantir a segurança da cena antes de tudo.
  • RCP de alta qualidade → terço inferior do esterno, a uma FC de 100 a 120/min, deprimindo entre 5 a 6cm, permitindo expansão torácica completa após, minimizando as interrupções, 2 ventilações a cada 30 compressões (30:2) se possível ventilar. 

SEQUÊNCIA DA RCP EM RITMOS CHOCÁVEIS 

  • Realizar 1º choque, mantendo compressões torácicas durante a preparação do desfibrilador;
  • Pegar 2 acessos periféricos calibrosos ou acesso intraósseo;
  • 2º choque e, após, epinefrina 1mg;
  • 3º choque e, após, amiodarona 300 mg (2 ampolas);
  • 4º choque e, após, epinefrina 1mg;
  • 5º choque e, após, amiodarona 150 mg (1 ampola);
  • 6º choque e, após, epinefrina 1mg;
    • Após o 6º choque, alterna-se um ciclo só com compressões e um ciclo com compressões + epinefrina 1mg após o choque.

OBS.:

  • Sempre reiniciar a RCP imediatamente após o choque por 2 minutos e após esses 2 minutos reavaliar o ritmo para ver a necessidade de outro choque. 
  • Todas as drogas na PCR devem ser feitas em bólus com realização posterior do flush (20 ml de soro fisiológico) + elevação do membro. 
  • Pode-se usar lidocaína se não tiver amiodarona. 

SEQUÊNCIA EM RITMOS NÃO CHOCÁVEIS 

Aplicamos epinefrina o mais precoce possível, repetindo a cada 3-5 minutos, com reavaliação do ritmo a cada 2 minutos e posterior reinício imediato da RCP após a reavaliação.


Post elaborado por:

Dr Luciano | MedGuideXP

DR. LUCIANO AZEVEDO

Médico formado pela Universidade Federal da Paraíba, com residência médica em medicina interna e medicina intensiva pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (1999). Doutor em ciências médicas pela Faculdade de Medicina da USP (2004).
Leia mais

Colaboração acadêmica

João Edson

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Direitos reservados MedGuideXP - Desenvolvido por Surya MKT
Site atualizado em:
10:01 | 12/07/2024
Entre em contato